A Igreja de Santa Filomena surgiu por meio de uma prece atendida: a cura da Sra. Geny Braz, quase vitimada por uma grave enfermidade pulmonar. Tanto foi a gratidão dos Braz à santinha mjlagreira, que viajaram, em 1956, à Mugnano dei Cardinale, cidade da Itália, de onde trouxeram uma imagem da santa. Mas não foi o bastante: tão forte era sentimento de devoção, que o Dr. Turíbio Braz fez a doação de um terreno, localizado na Rua Dr. Manoel Reis, para a construção de uma igreja em honra à santa. No dia 12 de abril de 1959, às 09:00h, o Bispo Dom Agnello Rossi abençoou o terreno. No dia 19, os fiéis do bairro receberam a imagem da padroeira, que cheg0u às 17:00h na Igreja N. Sra. Aparecida, seguindo em procissão até o local. Depois da missa, celebrada pelo Frei Paulo da Cruz, aconteceu uma festa em favor da futura comunidade. Alguns meses mais tarde, foi abençoada a pedra fundamental da capela.No ano de 1961, o Papa João XXIII fez uma revisão completa nas devoções litúrgicas, para intensificar o culto à Nosso Senhor. O Sumo Pontífice determinou o corte de várias festas, como a da Casa da Virgem (10 de dezembro) e a Expectativa do parto de Maria (18 de dezembro). Foi decretado o corte de Santa Filomena.do calendário litúrgico, não podendo mais haver Igrejas com o seu nome ou preces de intercessão. Então, aconteceu a substituição do nome da comunidade para São João Maria Vianey. Em 1963, a imagem do novo padroeiro foi entronizada, sendo a imagem de Santa Filomena transferida para um lugar lateral da Igreja. No dia 21 de abril de 1971, o Dr. Turíbio entregou à Cúria Diocesana o uso e a propriedade da comunidade de,Santa Filomena. E nos anos seguintes, foram criados novos espaçose feitas reformas na Igreja, além do estímulo aos trabalhos pastorais, fortalececendo espiritualmente o bairro. Nos últimos três anos, foi feito um salão e várias salas de catequese.